Educação Editoria

22/07/13 - 10h52

Sisutec abre inscrições em agosto

Fonte: Agência Brasil

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) alcançou a marca de 4 milhões de matrículas em cursos técnicos e de qualificação profissional, informou, nesta segunda-feira (22), a presidenta Dilma Rousseff. Segundo ela, para facilitar o acesso aos cursos, o governo federal vai lançar, no início de agosto, o Sistema de Seleção Unificada para Cursos Técnicos (Sisutec). Com moldes semelhantes aos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) – que seleciona candidatos a vagas em instituições públicas de ensino superior – e do Programa Universidade para Todos (ProUni) – que tem como foco instuições particulares – o Sisutec servirá para preencher vagas no ensino técnico.

O Sisutec será aberto primeiramente aos institutos federais, às escolas do Sistema S, escolas técnicas das redes estaduais e às universidades para que informem as vagas disponíveis. “O estudante, então, consulta esse cadastro, faz a inscrição, indicando a escola e o curso de sua preferência. Em seguida, é feita a seleção dos alunos, considerando a nota que receberam no [Exame Nacional do Ensino Médio] Enem. Isso significa que quem concluiu o ensino médio e não teve acesso a uma universidade vai agora ter a oportunidade de fazer um bom curso técnico", disse, ao participar, nesta segunda-feira, do programa semanal Café com a Presidenta.

Ela ressaltou que somente os cursos técnicos do Pronatec contabilizam um total de 1,250 milhão matrículas de jovens que estão tendo ou tiveram acesso a esse tipo de formação que “já foi muito valorizada no Brasil e ajuda a melhorar a qualidade do emprego”. Dilma lembrou que, além dos cursos técnicos, que são voltados aos estudantes de ensino médio e têm duração média de um ano e meio, o Pronatec envolve cursos de qualificação profissional para os trabalhadores, que duram de dois a quarto meses; e ainda uma modalidade voltada à formação dos cadastrados no Bolsa Família, que também dura de dois a quarto meses. Entre as áreas em que há cursos disponíveis estão: petróleo e gás, construção naval, automação industrial e telecomunicações.

A presidenta enfatizou que o governo federal está empenhado em expandir a rede e que a expectativa é que até o fim de 2014 estejam em funcionamento 208 novas escolas federais de educação profissional e tecnológica. Além disso, o governo está repassando recursos a 539 municípios para construção, reforma ou ampliação de suas escolas técnicas profissionalizantes por meio de convênios com o Ministério da Educação (MEC). Ela também ressaltou que todas as informações referentes ao Pronatec podem ser acessadas por meio do site do programa.



Comente esta notícia no Facebook

Notícias Relacionadas

Enquete

Na sua opinião, qual foi o fato mais marcante de 2014?

© 2002-2014 Ribeirão Preto Online - Um novo jeito de ver Ribeirão. Todos os direitos reservados.

Ribeirão Preto Online, Ofertas de Veículos e Imóvel da Cidade são produtos da Empresa Brasileira de Mídia Online. É proibida a reprodução do conteúdo deste portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem prévia autorizaçao.

© 2002-2014 Ribeirão Preto Online - Um novo jeito de ver Ribeirão. Todos os direitos reservados.

Ribeirão Preto Online, Ofertas de Veículos e Imóvel da Cidade são produtos da Empresa Brasileira de Mídia Online. É proibida a reprodução do conteúdo deste portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem prévia autorizaçao.